Diálise

  • Hemodiálise convencional de alta eficiência e alto fluxo (intermitente e diária)
  • Hemodiafiltração on-line (intermitente e diária)
  • Hemodiálise domiciliar (intermitente e diária)
  • Diálise peritoneal ambulatorial contínua
  • Diálise peritoneal automatizada

 

 

 

Hemodiálise domiciliar
Para pacientes com mobilidade física reduzida, o INEB oferece a possibilidade de tratamento domiciliar. Nessa modalidade, fornecemos máquinas de hemodiálise, tratamento de água, médico e profissionais de enfermagem e todo o suporte logístico e humano necessário para o tratamento em casa. O tratamento em domicílio, com assistência médica direta, garante ao paciente atendimento individualizado de alta qualidade e com total segurança, além de contribuir para o resgate de sua qualidade de vida e de sua família. O relacionamento direto com os profissionais – médicos e enfermeiros – durante a rotina do tratamento em casa traz eficiência no controle da doença, melhorando as condições clínicas de saúde do paciente.

 

 

 

Nefropediatria
O INEB possui equipe de nefrologistas pediátricos altamente especializada no tratamento de crianças que têm doenças renais. O nefrologista pediátrico, através das informações fornecidas pelos pais, do exame físico da criança e, muitas vezes, com o auxílio de exames laboratoriais e exames de imagem, pode estabelecer o diagnóstico e o tratamento. Conforme cada caso, esse tratamento é acompanhado de modificações do estilo de vida e de medidas preventivas.

 

 

 

Transplante Renal
INEB dispõe de uma equipe médica especializada em transplante renal, a mais completa alternativa de substituição da função renal e tem como principal vantagem o aumento de qualidade de vida, garantindo mais liberdade na rotina diária do paciente.

 

 

 

Parceria com Home Care
O INEB faz acompanhamento de pacientes renais crônicos em parceria com empresas de home care. Os agravos à saúde renal são monitorados e discutidos entre os médicos que atuam no home care e os especialistas em nefrologia, que também podem examinar o paciente e solicitar exames, possibilitando maior assertividade nos tratamentos. Essa interação aumenta o controle terapêutico e reduz a incidência e reincidência de internações, proporcionando mais qualidade de vida do paciente.