Iniciamos um mês que para muitos é bem especial: aquele em que fazemos as promessas e os planos para o próximo ano. O clima natalino contagia as casas, os comércios e as ruas, e nos enche de esperança de uma nova vida. Mas não precisamos esperar que janeiro comece para mudarmos alguns hábitos que podem contribuir para uma vida mais confortável, com mais saúde e bem-estar. Evitar a má alimentação, o sedentarismo e o estresse são os primeiros passos para uma melhor qualidade de vida, pois são três fatores de risco para várias doenças graves, como hipertensão, diabetes e a doença renal crônica.

Entenda como cada um deles pode influenciar a nossa saúde renal:

Má alimentação

Geralmente rica em industrializados, gordura, sódio e açúcares, a má alimentação aliada à baixa hidratação contribui para a formação de cálculos renais devido ao excesso de substâncias que colaboram para sua formação e pouca água no organismo. Além disso, também pode contribuir para a obesidade, hipertensão, diabetes e níveis de colesterol que podem causar obstrução de artérias, provocando infarto renal.

Sedentarismo

A falta da prática de exercícios físicos é igualmente problemática para a nossa saúde, também associada às doenças crônicas. Ao praticar exercícios, podendo ser uma simples caminhada, é possível manter o peso, ajudar na prevenção de doenças cardíacas e estimular a produção de hormônios benéficos para a nossa saúde física e mental.

Estresse

Quando estamos estressados, o cérebro estimula a liberação de cortisol, secretados pelas glândulas adrenais, localizadas nos rins, que aumentam a pressão e o nível de açúcar no sangue. E, se há um descontrole e as situações estressantes ocorrem com muita frequência, pode afetar os tecidos dos órgãos. No caso dos rins, provoca a excreção de fosfato em níveis fora do padrão, o que pode acarretar alterações nas funções do órgão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *