Hoje, 26 de abril, comemora-se o Dia de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, uma mobilização nacional que busca a conscientização sobre a doença e divulgação de formas de prevenção. Nós do INEB ressaltamos a importância de abordar esse assunto, afinal, a hipertensão é uma das principais causas da doença renal crônica. Por conta da pressão alta, o coração precisa de mais esforço para que o sangue seja distribuído pelo corpo, desta forma danificando vasos sanguíneos em todo o organismo e reduzindo a ida do sangue para órgãos como os rins.
Como mostra o vídeo abaixo, além disso, a pressão pode prejudicar as unidades filtrantes dos rins, fazendo com que parem de remover as toxinas e o excesso de líquido. Esse excesso pode acumular e fazer a pressão aumentar mais ainda.

Hipertensão como complicação de insuficiência renal crônica
A hipertensão arterial também pode surgir como complicação da insuficiência renal crônica, já que os rins exercem função fundamental na manutenção da pressão sanguínea.
Consequentemente, no quadro de insuficiência renal, por causa da pressão alta, o paciente pode apresentar problemas cardíacos. Por isso, deve-se não apenas se atentar à saúde renal, como também ao controle da pressão e realizar o tratamento indicado pelo médico. Essas atitudes evitam o agravamento dos quadros.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *